Reportagens

  • Compartilhe:
Desafios da cidade 28 / 10 / 2016| Saulo Pereira Guimarães Bibiana Maia

Cinco desafios para o próximo prefeito do Rio

Especialistas em saúde, educação, mobilidade, segurança e economia apontam os principais problemas que o prefeito eleito neste domingo (30) vai precisar resolver

Foto: Cristo Redentor visto do morro Dono Marta (Tasso Marcelo/Fotos Públicas)

Saúde

JPEG - 129.8 kb
Clínica da Família Barbara Mosley de Souza, inaugurada em março no Anil (Paula Johas/ PCRJ)

"A questão do financiamento e a prevenção de epidemias serão os dois grandes desafios do novo prefeito na saúde", afirma Francisco Braga. Para o professor da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, a limitação de investimentos federais (caso a PEC 241 seja aprovada) e estaduais (por conta da crise) vai exigir atenção do próximo gestor. Além disso, o especialista considera que a presença do aedes aegypti e outros vetores em níveis alarmantes podem levar o Rio a novos surtos de dengue e outras doenças. Francisco entende que houve avanços "indiscutíveis" nos últimos oito anos, período em que a prefeitura inaugurou mais de 140 unidades de saúde e aumentou de 3,5% para 63,5% a fatia da população com acesso à saúde da família. Porém, ele destaca que o modelo de gestão por Organizações Sociais (OSs) no setor precisará ser revisto, em função das denúncias de corrupção e outros problemas. "É preciso pensar novas soluções para a administração das unidades", afirma.

Educação

JPEG - 92.6 kb
Escola Municipal Isaquias Queiroz, na zona oeste (Ricardo Cassiano/PCRJ)

“O desafio é ter uma boa carreira para os profissionais de educação, com bons salários, formação e condições de trabalho”, avalia Léa Cutz Gaudenzi, membro do Fórum Estadual de Educação. A profissional chama atenção para a falta de um Plano Municipal de Educação (PME). “Há dois anos o documento espera para passar pela Câmara de Vereadores. O PME é muito importante porque tem metas para dez anos e dotação orçamentária”. Gaudenzi ainda defende a liberdade no currículo, e chama atenção para as realidades desiguais das escolas. Para ela, a evolução na nota do Ideb (índice que mede o rendimento dos alunos) deve ser comemorada com cautela. O Rio foi de 4.5, em 2007, a 5.6, em 2015, na avaliação do 1º ao 5º ano. No segundo ciclo, do 6º ao 9º ano, atingiu 4.3, em 2007, chegou a subir para 4.4 em 2011, mas caiu em 2015 para 4.3. “Com uma meta de nota seis, ainda é um índice baixo. Precisamos de um diagnóstico pedagógico do Rio e não um papo de gestão”.

Mobilidade

JPEG - 54.7 kb
Trânsito em Copacabana (Rio ônibus/Facebook)

“É difícil impedir o aumento de tarifa, que é o que paga o funcionamento do sistema”, analisa Clarissa Linke, do ITDP. Antes do governo do prefeito Eduardo Paes, em 2008, a passagem de ônibus custava R$ 2,10. Em 2012, chegou a R$ 2,90 e até 2016 o valor deu um salto para R 3,80. Segundo a especialista, muitas empresas são deficitárias, o que atrapalha a qualidade. Ela também aponta para problemas na racionalização das linhas: “Houve queda no número de passageiros”. Em meio a uma crise econômica, não vai haver recurso para grandes obras, e há problemas de infraestrutura que precisam ser consertados, de acordo com Linke. “Há questões de integração do sistema e de tarifas, além de acessibilidade. A Transcarioca é legal, mas em volta do corredor tem muita coisa a ser feita”. A especialista ainda lembra que as empresas de ônibus têm que se responsabilizar sobre o serviço, que é uma concessão pública: “Precisamos de indicadores de desempenho e qualidade, fiscalização e punição”.

Segurança

JPEG - 61.7 kb
Guardas municipais no Aterro do Flamengo (Eliane Carvalho/Guarda Municipal do Rio de Janeiro)

"A segurança é hoje uma metáfora da situação da cidade, que tem desconfiança e medo do futuro", diz Silvia Ramos, coordenadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania. Para a cientista social, ajudar a reverter esse quadro será o principal desafio do próximo prefeito na área. O desânimo geral tem razão de ser. Ocorrências como o roubo a pedestres são menos frequentes hoje do que há oito anos, mas têm crescido nos últimos tempos. Resolver isso é obrigação do Governo do Estado. "Mas é importante que o novo prefeito demonstre que não está indiferente em relação à segurança", afirma Silvia. Ela acredita que a vigilância comunitária e o uso de tecnologia pela Guarda Municipal (GM) podem ajudar nesse sentido. A cientista defende ainda que a GM seja mais ativa na mediação de conflitos e tenha um superintendente civil, algo inédito. "Não precisamos de um coronel, mas de alguém com capacidade de gestão e o conhecimento de segurança", diz Silvia.

Economia

JPEG - 122.1 kb
Carteira de trabalho: desemprego na região metropolitana do Rio quase dobrou em menos de 2 anos (Saulo Pereira Guimarães/Vozerio)

"Na economia, o grande desafio do próximo prefeito é criar postos de trabalho de qualidade, com salário justo e outros direitos básicos", afirma Manuel Thedim, diretor executivo do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade. A preocupação do economista se justifica pelo sobe-e-desce da taxa de desemprego verificado nos últimos anos na região metropolitana fluminense, na qual o Rio é a maior cidade. O indicador estava em 5,6% no fim de 2014 e chegou a 10,7% no segundo trimestre de 2016, segundo o IBGE. "É preciso também diminuir as distorções entre o mercado formal e informal", diz Manuel. Segundo ele, é impossível acabar com camelôs e outros tipos de ocupações paralelas. Porém, o novo prefeito pode oferecer linhas de crédito e outros instrumentos que melhorem as condições de quem trabalha nesta situação.

  • Compartilhe:

Ouça as vozes do Rio

Preencha o formulário abaixo para assinar o boletim do VozeRio

Mais sobre economia

Após 30 anos de trabalho na rede estadual, aposta nos salgados para comprar comida e pagar dívidas que ultrapassam R$ 600

Empresas em dívida com o Estado do Rio receberam isenção fiscal

Levantamento aponta que 22 empreendimentos somaram débitos que ultrapassam R$ 9 bilhões. PSOL quer que MP investigue o governo por crime de improbidade administrativa

Investidores já podem comprar ações do futuro

Títulos de impacto social oferecem mecanismos de financiamento para projetos de saúde, redução do desemprego e reincidência de presos

Artista plástico cria moeda solidária carioca que vale cerca de uma hora

No projeto "Banco dos Irreais", o mexicano José Miguel Casanova quer estimular a troca direta de tempo, serviços e experiências entre as pessoas sem a intermediação de dinheiro

Mais sobre mobilidade

Nova lei divulgada nesta segunda (28) quase vetou operação do aplicativo no Rio

Os reis do Uber

Motoristas veteranos no aplicativo investem em frotas para alugar aos que não têm condições de comprar seu próprio carro

Lugar de bike é na rua

No Méier, com os ativistas do Bike Anjo, repórter do Vozerio testa como é pedalar em ruas sem ciclovia. Bairro tem debate hoje sobre o tema

Estudo sobre Centralidades urbanas do Rio mostra hierarquias e desigualdades na Região Metropolitana

Pesquisa mostra que das 30 principais centralidades, 22 estão na cidade do Rio de Janeiro

Mais sobre saúde

Taxa de incidência da doença na região é quase 30 vezes maior que o recomendado por Organização Pan-americana de Saúde

Criador do Hotel da Loucura, programa de saúde mental da Prefeitura do Rio, é exonerado

Psiquiatra que coordena o projeto há seis anos, Vitor Pordeus se diz alvo de "perseguição política"; secretaria argumenta que o médico "quebrou o vínculo" com órgão ao aceitar proposta de realizar doutorado no Canadá

Quando o policial é alvo de sua própria arma

Em entrevista, Dayse Miranda, pesquisadora da UERJ discute o suicídio cometido por policiais militares no Rio, um drama silencioso

Cinco visões sobre o futuro do Rio

No aniversário do Rio de Janeiro, Vozerio conversou com especialistas para ouvir suas expectativas em relação ao futuro da cidade.

Mais sobre educação

As 24 horas iniciais do primeiro colégio ocupado por estudantes no Rio, na Ilha do Governador

Ensino obrigatório de cultura afro se ressente de despreparo de professores

Sem monitoramento efetivo, qualidade do que é ensinado nas escolas brasileiras pode ser deficiente, afirmam pesquisadores

Os desafios do ensino superior

Seminário internacional analisa políticas de educação de países em desenvolvimento

Mais sobre Rio de Janeiro

Curso de idiomas ajuda refugiados a tentar um recomeço na região metropolitana do Rio

Que tal aterrar a Lagoa?

Livro reúne soluções mirabolantes já propostas para os problemas de um dos principais cartões-postais do Rio

Biblioteca Parque amanhece fechada no Centro

De acordo com Governo do Estado, fechamento é excepcional e prefeitura deve manter espaço aberto em 2017

De mulher para mulher: ocupação feminista no Rio

Rede Agora Juntas encerra neste sábado (17), na Glória, experiência que debateu direitos das mulheres

Mais sobre Segurança Pública

Moradores de favelas ocupadas revelam impressões, opiniões e expectativas em relação ao projeto

Guerra ao fuzil

Como o combate a uma arma se tornou a maior prioridade do novo secretário de segurança do Rio

Debate sobre políticas de segurança reúne moradores de Realengo

Inspirado na série OsteRio, evento "OesteRio" teve participação da pesquisadora Silvia Ramos

"A polícia precisa investir em reconquistar a legitimidade"

O Coronel Robson Rodrigues, que acaba de deixar a chefia do Estado Maior da PM, diz que a mudança na formação de policiais é a chave para renovar a corporação
Realização:
Iets
Patrocínio:
Universeg
Apoio:
Biblioteca Parque Estadual Biblioteca Parque Estadual
 
Licença Creative Commons
Desenvolvido em SPIP pela Calepino