Debates

  • Compartilhe:
OsteRio 28 / 08 / 2015|

Guinle e Vargas: protagonistas da história do Rio

Biógrafo dos Guinle e fundadora do CPDOC discutem herança da família e do político no Osterio de 1º/9

Duas trajetórias que marcaram o século XX no Rio de Janeiro são o tema do próximo debate da série OsteRio, terça-feira, 1º de setembro. A história da família que legou ao Rio alguns de seus principais marcos arquitetônicos será discutida pelo historiador Clóvis Bulcão, autor do livro Os Guinle: a história de uma dinastia. A socióloga Celina Vargas do Amaral Peixoto vai comentar a trajetória de Getúlio Vargas, o presidente que por mais tempo governou o Brasil.

JPEG - 8.1 kb
Clóvis Bulcão, historiador e escritor (foto: Wikipédia)

A proximidade dos Guinle e de Vargas é um dos aspectos que Bulcão pretende abordar. “Muita coisa foi feita a partir da cumplicidade entre Vargas e Guinle”, garante. Um exemplo: “Antes de publicar a Consolidação das Leis do Trabalho, Getúlio sondou o empresariado numa reunião na casa de Guilherme Guinle, na Gávea Pequena. Todos foram contra, mas Vargas teve em Guinle um apoio importante.”

Historiador formado pela PUC-Rio, Bulcão é autor também de Padre Antônio Vieira: um esboço biográfico (José Olympio, 2008). Seu livro Os Guinle (Intrínseca, 2015) resgata como Eduardo e Guilhermina Guinle, donos de um armarinho no Centro do Rio, e seus filhos construíram uma das maiores fortunas do país. Entre muitas outras grandes obras, a família fez o hotel Copacabana Palace, inaugurado em 1923 na praia então quase deserta, contribuindo para projetar a imagem do Rio de Janeiro como destino turístico internacional.

JPEG - 6.2 kb
Celina Vargas do Amaral Peixoto, socióloga

Fundadora do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getúlio Vargas, Celina Vargas do Amaral Peixoto é neta de Getúlio. Doutora em Ciências Políticas pela Sorbonne, a ex-diretora da FGV e do Arquivo Nacional define o gaúcho, que tomou o poder após a revolução de 1930, como “o político que melhor soube compreender a sua época”. A socióloga lembra que, nos anos 1930, em um país que ainda tinha fresca a memória da escravidão, Getúlio criou um Ministério do Trabalho. Seus investimentos em infraestrutura, com a criação da Eletrobras, Petrobras, Vale do Rio Doce e Companhia Siderúrgica Nacional estabeleceram as bases para o desenvolvimento do país.

A série de debates OsteRio é realizada pela revista web Vozerio, uma iniciativa do IETS. O projeto tem patrocínio da Light e do governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Lei de Incentivo à Cultura, além de apoio do restaurante Osteria Dell’Angolo. Desde 2009, o evento reúne um grupo eclético de jornalistas, empresários, políticos, acadêmicos, ativistas, estudantes e profissionais liberais para refletir sobre os temas da cidade e do estado do Rio de Janeiro.

Veja abaixo mais detalhes do evento:

  • Compartilhe:

Mais OsteRio

"Precisamos mudar o CEP do emprego"

Como diminuir as desigualdades gritantes na Região Metropolitana do Rio? No OsteRio desta terça-feira (29/3), um caminho ficou claro: mais centros e oportunidades, menos distâncias e deslocamentos

OsteRio discute as fronteiras da desigualdade no Rio metropolitano

No evento, serão apresentadas as atualizações do Mapa da Desigualdade, produzido pela Casa Fluminense, que mostra as disparidades da região a partir de 21 indicadores sobre 7 temas-chave

Eduardo Paes faz balanço de seus oito anos como prefeito

Prefeito responde a perguntas da plateia sobre sua gestão, em encontro promovido pelo Vozerio em parceria com Iets

Ouça as vozes do Rio

Preencha o formulário abaixo para assinar o boletim do VozeRio

Mais sobre economia

Após 30 anos de trabalho na rede estadual, aposta nos salgados para comprar comida e pagar dívidas que ultrapassam R$ 600

Empresas em dívida com o Estado do Rio receberam isenção fiscal

Levantamento aponta que 22 empreendimentos somaram débitos que ultrapassam R$ 9 bilhões. PSOL quer que MP investigue o governo por crime de improbidade administrativa

Cinco desafios para o próximo prefeito do Rio

Especialistas em saúde, educação, mobilidade, segurança e economia apontam os principais problemas que o novo gestor da cidade vai precisar resolver

Investidores já podem comprar ações do futuro

Títulos de impacto social oferecem mecanismos de financiamento para projetos de saúde, redução do desemprego e reincidência de presos

Mais sobre política

Livro aborda transformações da Baixada Fluminense durante a ditadura

6 momentos do Rio em 2016

Testemunhas contam o que viram de um dos anos mais agitados dos últimos tempos

De mulher para mulher: ocupação feminista no Rio

Rede Agora Juntas encerra neste sábado (17), na Glória, experiência que debateu direitos das mulheres

Prefeito eleito de Caxias é condenado a 7 anos de prisão por crime ambiental

De acordo com STF, Washington Reis (PMDB) se envolveu na criação de um loteamento ilegal quando era prefeito da cidade

Mais sobre história

Até o fim do mês, moradores e historiadores relembram relação entre favela e ditadura em curso sobre o tema

Viagem por um Rio passado e imaginário

Mapa interativo criado por universidade americana mostra a história do Rio no tempo e no espaço

Negros, libertos e monarquistas

Existência da Guarda Negra, irmandade secreta de negros surgida após promulgação da Lei Áurea, é um episódio esquecido da história do Brasil

Memórias olímpicas para o futuro

Projeto da Fundação Casa de Rui Barbosa reunirá documentos para contar a história da Rio 2016
Realização:
Iets
Patrocínio:
Universeg
Apoio:
Biblioteca Parque Estadual Biblioteca Parque Estadual
 
Licença Creative Commons
Desenvolvido em SPIP pela Calepino